segunda-feira, 23 de setembro de 2013

PELE SENSÍVEL REQUER CUIDADOS ESPECIAIS



Uma pele sensível é delicada, qualquer coisa a irrita e incomoda sem que aparentemente exista causa para tal. Este tipo de pele precisa de atenção constante, texturas suaves, cosméticos não agressivos e tratamentos específicos para reduzir a sua sensibilidade.

O sol, o frio, o calor, o ar condicionado, o tabaco e o álcool…todos estes fatores provocam a sua desidratação. No caso das peles sensíveis, este desequilíbrio momentâneo torna-se em irritação e incômodo. Por outro lado, esta mesma fragilidade das peles delicadas é a mesma que faz com que tenham uma aparência mais bonita, uma vez que são peles finas e transparentes, de aspecto lúcido.

No entanto, o que frequentemente denominamos de peles sensíveis, não o são na realidade. Uma grande percentagem de pessoas que afirmam sofrer de sensibilidade cutânea, simplesmente confundem esta irritação passageira com um problema dermatológico. A verdadeira pele sensível não só tem períodos de sensibilidade perante algumas agressões, como também atua com irritações frequentemente apresentando incomodos, dor e até envelhecimento precoce. 
Perante este problema é necessário um tratamento que restaure a barreira protetora da pele e aumente as suas defesas.

Uma pele sensível necessita assim da máxima proteção para não ficar irritada e desidratada com o frio ou calor intensos. Para além disso os sabonetes e perfumes são fatores que contribuem para um agravamento do estado da pele, pelo que é necessário um cuidado extra na hora de os escolher.

As peles sensíveis dividem-se em três tipos:

Peles frágeis: São fruto de herança genética e desde a nascença apresentam problemas cutâneos fruto da excessiva reactividade: dermatite atópica ou eczemas. São, no entanto, uma minoria nas peles sensíveis.

Peles reactivas: São as mais comuns. Cerca de 60% das peles sensíveis sofrem de este tipo ocasional, são peles normais que reagem inesperadamente perante um agente externo ou interno.

Peles intolerantes: Reagem mal a qualquer mudança e não toleram nenhum produto. Supõe-se que atinge aproximadamente 30% das peles sensíveis, sendo que o problema é derivado de uma pele reactiva a qual não teve o tratamento necessário.

Medidas a adotar

As causas para uma pele sensível são várias, dentro das quais se destacam a o stress, ansiedade, cansaço, alimentação, mudanças de temperatura bruscas, e ainda gravidez.

A alimentação é um ponto imprescindível para controlar os efeitos negativos das peles sensíveis, uma vez que alguns alimentos podem causar factores adversos. O café, o álcool, o chá e outros excitantes são alguns dos elementos a evitar uma vez que ajudam consideravelmente no descontrole da pele. O mesmo se aplica ao tabaco.

Uma dieta adequada para uma pele perfeita
Uma dieta adequada para uma pele perfeita

De resto, os cuidados imprescindíveis para a pele sensível são basicamente os mesmos que para outro tipo de peles, mas sempre com o máximo de suavidade e utilizando produtos específicos. Produtos esses que devem ser hipoalergénicos, calmantes, sem perfume nem álcool.

Para a limpeza, duas vezes ao dia (uma vez que a poluição em conjunto com a maquiagem e as células mortas aumentam os seus problemas). A temperatura da água deve ser morna, uma vez que a água fria fecha os poros em demasia não permitindo uma limpeza eficaz, e ao contrário a água quente seca a pele. Deve ser usado um sabão que não contenha detergentes, não irritante, assegurando uma limpeza efetiva. Pode igualmente ser usado um creme de limpeza, mas suave, que permita eliminar a sujeira sem irritar.

Para uma pele sempre lisa
Para uma pele sempre lisa

A tonificação é um passo importante para o cuidado da pele, mas deve ser efetuada com um produto que não contenha álcool, assegurando assim a máxima tolerância. Claro está que a hidratação também é fundamental, com um creme calmante que contenha uma grande quantidade de água, pois a pele precisa de água para se proteger.

Pela noite, um creme nutritivo ajudará a pele a defender-se das agressões, uma vez que a humedecerá e a tornará mais forte. E se no inverno com o frio é mais fácil que a pele fique ressecada.  No verão um bom protetor solar é indispensável, uma vez que as radiações são nocivas, secam a pele e causam envelhecimento prematuro.

Para além de todos os cuidados habituais e diários que uma pele delicada deve ter, também devem ser levados em consideração alguns extras, como por exemplo, evitar esfregar o rosto com a toalha para secá-la. E se a água (habitualmente do cano) tiver muito calcário, a água mineral é uma alternativa à higiene cutânea, uma vez que não secará tanto a pele.

Fora os cuidados diários, pode ser feitas hidratações periódicas, com produtos anti-alérgicos e calmantes que vão reforçar o manto hidrolipídico da pele e assim defendê-la dos agressores ambientais. 
Até mesmo um peeling suave pode ser feito.  Temos na clinica, a nova geração de hidroxiácidos, a Gluconolactona que auxilia a remover as células mortas e regularizar a oleosidade,  sem agredir ou irritar a pele.

Cuide de sua pele!



Nenhum comentário: