quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

PEELINGS






Os peelings químicos são um dos procedimentos cosméticos não invasivos mais populares realizados para rejuvenescer a aparência da pele. Com o tempo, fatores como danos causados pelo sol, hereditariedade, dieta, e movimentos repetitivos dos músculos contribuem para a formação de linhas e rugas na face. Além disso, o desenvolvimento de irregularidades de pigmentação ou cicatrizes de acnes podem fazer com que a pele perca sua suavidade e aparência jovem. Muitas vezes realizados na face, pescoço e mãos, os diversos tipos de peelings químicos podem reduzir o aparecimento de rugas faciais, cicatrizes, e pigmentação irregular, bem como tratar lesões pré-cancerígenas de pele.
» Peelings superficiais
Os peelings superficiais são a forma mais branda de tratamento de peeling químico. Em geral, os peelings superficiais são realizados usando-se alfa-hidroxiácidos e, em alguns casos, beta-hidroxiácidos. Os alfa-hidroxiácidos são ácidos que ocorrem naturalmente e que incluem o ácido glicólico, ácido lático e os ácidos de frutas; enquanto que os beta-hidroxiácidos incluem o ácido salicílico. Você pode estar familiarizada com o ácido glicólico e com o ácido salicílico, uma vez que não raro são importantes ingredientes de cremes faciais e adstringentes. Embora a concentração de ácido possa variar dependendo da extensão do tratamento, os ácidos usados para realizar os peelings superficiais não são tão irritantes quanto outros peelings químicos. Na realidade, baixas concentrações de alfa-hidroxiácidos são amiúde misturadas em cremes faciais ou loções que podem ser usados como parte da rotina diária de cuidados faciais para manter uma aparência jovem. Com curto período de inatividade, os peelings superficiais são um método eficaz para tratar as linhas finas, anormalidades de pigmentação, cicatrizes de acne e pele constantemente seca.
- Peelings de profundidade média:
Alguns peelings podem ter sua profundidade mais acentuada, dependendo da concentração, combinação e aplicação dos ácidos.
Podemos por exemplo, aplicar o ácido mandélico, que é suave, e aplicar outros peelings em seguida, com outros ácidos. Depende muito da técnica do profissional e de acordo com a pele do paciente e do objetivo do tratamento.
A pele pode ficar avermelhada por alguns dias, descamar, mas volta ao normal em uma semana no máximo.
Os resultados são fantásticos, indicado para manchas, sequelas de acne, rugas, irregularidade do relevo cutâneo, cicatrizes e até estrias.

Nenhum comentário: